Arquivos do Blog

Leitura dinâmica: turbine seus estudos

Ficar horas numa sala de aula e estudar em casa já não é mais suficiente em um mundo tão competitivo. Estudar muitas vezes requer o uso de técnicas para que se possa chegar a um melhor resultado. Uma dessas técnicas de estudo é a leitura dinâmica, que permite multiplicar várias vezes a velocidade de leitura e também na retenção na memória do que foi lido. Veja abaixo algumas técnicas e exercícios disponíveis gratuitamente na internet:

Como fazer leitura dinâmica (SUPERINTERESSANTE)

Leitura Dinâmica (Algo Sobre)

Quem quiser se aprofundar mais, basta uma busca na internet, onde se encontrará vídeos, cursos, livros, etc. Mas tenha em mente que o principal é a prática dos exercícios indicados, o segredo para ser um  estudante de destaque (afinal, cedo ou tarde, todos passamos por alguma seleção…) é o mesmo que para ser um atleta ou artista ou qualquer outra coisa: praticar, perseverar, treinar… enfim, não basta uma olhadinha e “entendi tá OK”, o procedimento é simples, agora tem que criar o hábito e estar sempre procurando melhorar.

Anúncios

Links (12-12-2010)

Espaço Ciência abre seleção para cursos de férias (PE360graus)

Brasil lança amanhã foguete criado no país (Info)

China deve encerrar o ano com mais de 18 milhões de carros vendidos (Auto Esporte)

Criminosos negociam carros roubados por dinheiro, drogas e armas (Fantástico)

Aliado de presidente da Costa do Marfim acusa Ocidente de dividir país (Folha)

Como criar um reflexo em texto no Photoshop (Oficina da net)

Como funciona: lâmpadas (Oficina da net)

Como criar m gráfico de ponteiro no Excel (Oficina da net)

Como assinar imagens usando o Photoscape (Oficina da net)

Pesquisa Ibope revela quanto os brasileiros gastam na internet (Oficina da net)

Empreendedorismo e comércio eletrônico (Oficina da net)

Como criar um tema para WordPress (Oficina da net)

Conheça as principais medidas aprovadas na Conferência do clima (Veja)

Carros novos ainda podem ser financiados sem entrada (Veja)

A “guerra cambial” e a crescente distância entre sa economias mundiais (Exame)

Rodoviárias perdem por ano 3 milhões de passageiros (Exame)

Construção civil enfrenta gargalo na mão-de-obra (Exame)

Bolsa Família deve ser revisto para país eliminar a miséria, segundo economistas (Exame)

Setor eletroeletrônico cresce 11%, mas se desnacionaliza (Computerworld)

Déficit da indústria eletroeletrônica chega a US$27,5 bilhões (Computerworld)

Feriados federais de 2011

Para quem ja está se programando para o ano que vem, aqui está a lista com os feriados federais para 2011. Ao todo são 14 datas, entre feriados e pontos facultativos, fora as datas estaduais e municipais. Veja lista abaixo:

fonte: Folha.com

Lista: estudar HTML pela web

HTML é uma linguagem usada principalmente na composição de páginas para internet. Um arquivo HTML nada mais é do que um arquivo de texto salvo com a extensão .html (ou ainda .htm) e que tem sua formatação dada por marcações (tags), que são interpretadas por programas específicos, que dão a forma final em que a página será exibida. Tais programas são conhecidos como browsers (navegadores). É através deles que visualizados as páginas; como exemplo temos: MS Internet Explorer, Mozilla Firefox, Safari, Opera, Google Chrome, etc. A criação desses arquivos pode ser feita em qualquer editor de texto simples, como o Bloco de Notas, mas também pode ser feita através de programas específicos, como o Dreamweaver, o Nvu, etc., que facilitam bastante o trabalho. Geralmente são conhecidos com WYSWYG, que quer dizer “what you see is what you get”, algo como o “o que você vê é o que você obtém”, ou seja, editores visuais que entregam o código pronto. Seu uso não dispensa o conhecimento do código HTML, sendo seu objetivo dar agilidade ao processo.

Alguns sites com material interessante são:

Webtutoriais.com

<criarweb.com>

HTMLstaff.com

Apostilando.com

truquesedicas.com

HTML.net

Linhadecodigo.com

Por último, valide o código (verificar erros) com a ferramenta http://validator.w3.org/

OBS.: Assim como a web, o html é caracteristicamente dinâmico, ou seja, está sempre mudando, ou melhor, se aperfeiçoando e se adaptando ao usuário. Por isso atualmente o W3C, consórcio de empresas que cuidam da web, vem desenvolvendo e divulgando o HTML5, que está previsto para 2012. Com foco no conteúdo multimídia, algumas mudanças serão introduzidas, e devemos estar preparados para elas. Veja mais sobre o HTML5 no Google .

Navegador Opera no Ubuntu, Debian e derivados

O Opera é um navegador freeware bem completo e bonito, disponível para várias plataformas, inclusive celulares. Para Linux, podemos fazer o download direto do site do desenvolvedor, da mesma forma que no Windows. Mas uma das vantagens em se usar o Linux está na possibilidade de ter um sistema sempre atualizado automaticamente, inclusive os programas nele instalado. Porém, as distribuições costumam oferecer versões atrasadas dos aplicativos devido a ter que fazer testes e ainda pior, algumas personalizações nem sempre desejáveis. Então, apesar de estar disponível nos repositórios para software não-livres do Ubuntu e do Debian, podemos usar o repositório próprio do Opera, atualizando-o como qualquer outro, só que com a vantagem de obter o programa direto do desenvolvedor.

O repositório para a versão estável do navegador é:
deb http://deb.opera.com/opera/ stable non-free

já para a versão beta (instable) ou seja, de teste,  o repositório é:
deb http://deb.opera.com/opera-beta/ stable non-free

Para usar o repositório é preciso adicionar uma chave de segurança, que pode ser feita com a execução do comando, no terminal:
sudo wget -O – http://deb.opera.com/archive.key | sudo apt-key add –

Observação: Caso não saiba como adicionar repositório em sua distribuição, dê uma olhada na comunidade da distribuição ou no site do desenvolvedor, ou ainda, uma pesquisa rápida pela rede (google, bing e afins).


fontes:

http://pplware.sapo.pt/linux/repositorio-do-opera-no-ubuntu

http://www.opera.com