Arquivos do Blog

Links 11-12-2010

Empresas de tecnologia dastam bilhões em guerra por patentes (G1)

Conheça os principais direitos dos passageiros de companhias aérias (G1)

Brasil é o primeiro país emergente a fixar limite absoluto de CO2 (folha)

Como sorrir para suas lebranças doloridas (papo de homem)

Google anuncia as marcas campeãs da busca em 2010 (exame)

Após defender Sarney no Maranão, Lula critica oligarquia da Bahia (folha)

Steve Jobs: o CEO da década (oficina da net)

Cerra e Globo podem pagar caro pela bolinha de papel (conversa afiada)

Portugal: 3 anos de aborto legal, seguro e gratuito (litci.org)

MTV aposta no humor e audiência quse dobra em um ano (veja)

Comissão aprova regulamentação da profissão de fotógrafo (Câmara.gov.br)

Teles levam multa de R$ 6milhões por descumprir lei do call center (idgnow)

Fia exclui do regulamento o artigo que proibia as ordens de equipe (globo esporte)

Rio Começa a testar novo tipo de asfalto ecológico nas estradas (G1)

Três passos para gerenciar sua imagem na web (computerworld)

Anúncios

Cidadania no Brasil é coisa rara

Encabeçado pela Constituição Federal de 1988, que é seguida pelas demais legislações, o sistema jurídico de nosso país é um dos mais ricos do mundo, procurando garantir a todos os direitos mais básicos e instruir como proceder nos mais variados casos. Infelizmente, a realidade que presenciamos diariamente é outra, pois o que se vê em nosso país é uma pluralidade de maus costumes grande o suficiente para congestionar nosso sistema jurídico e ainda conseguir prejudicar o crescimento econômico e social da nação.

Mas por que isso acontece? Qual a razão para tamanho desrespeito às normas, cujo objetivo é o bem comum? Acredito que isso se deve basicamente a dois fatos: primeiro, à falta de costume e intimidade que temos com tais regras, pois, convenhamos, quantos por aí sequer sabem o que é e muito menos para que serve a constituição…  E o segundo é ligado ao primeiro, pois a nossa educação falha não nos ensina como ser bons cidadãos, mas apenas bons empregados, de modo que não se cria na sociedade a noção da importância do conhecimento das leis, mesmo que de forma básica.

Em nossas escolas nossas mentes são invadidas com equações, fórmulas, teorias e fatos passados que nunca colocaremos em prática. Quantas vezes na vida é preciso saber sobre a teoria da geração espontânea, ou a dos movimentos dos gases, a lei da inércia, a capital dos países da Europa ou ainda, quem foi e o que fez Pedro Álvares Cabral?  Em contra-partida, em diversos momentos precisamos saber sobre nossos direitos, seja de cidadão, trabalhador, cliente, etc. mas não nos é passado conhecimento nenhum sobre isso, nem ao menos sobre como conseguir. Existem órgãos, como o Ministério Público, que só tomei conhecimento de sua existência por causa da sua atual abertura de vagas em concurso, e não por sua finalidade. Quantos sabem qual é a real função dele? E dos tribunais, das polícias ou mesmo dos governos e políticos que elegemos ou destino dos impostos que pagamos?

Frente ao que vejo na realidade atual do nosso país, acredito que o meu não seja um caso isolado, e que assim como eu, muitos tem desrespeitados seus direitos e garantias, e no fim sequer sabem disso. É preciso que se trabalhe também nesse sentido, para que o país da alegria, do futebol e das festividades ofereça também aos seus cidadãos uma vida digna, como lhes é de direito.


Constituição Federal (on-line)
Constituição Federal (pdf)
Legislação Brasileira – site do Planalto Nacional

Enviando torpedos de graça pela web

Sabe quando você não tem mais um centavo mas precisa muito falar algo para alguém? Ou mesmo quando você está usando o computador e quer entrar com contato com alguém que só está com o celular? Seja qual for seu motivo, pode-se mandar web torpedos gratuitamente para algumas operadoras. Abaixo estão alguns sites de envio de webtorpedos:

http://www.torpedogratis.net/

http://www.webtorpedos.net/

http://www.xtorpedos.com/

http://timtorpedo.info/

http://www.oitorpedo.info/

http://www.clarotorpedo.net/

BROffice(OpenOffice): edite e visualize textos, apresentações, planilhas, figuras e bancos de dados a custo zero

Todos que usam o computador precisam de um conjunto Office (com programas para editar texto, desenhos, cálculos, etc. ), nem que seja para trabalhos escolares ou abrir aquelas mensagens que ficam passando por e-mail… E a primeira opção que vem em mente é o caro e gigante MS Office. Mas calma, existem outras opções. Entre pagas e gratuitas está a OpenOffice, uma suíte office completamente livre, desenvolvida já a um tempo com o seu código aberto. O OpenOffice é disponível tanto para o MS Windows como para o Linux (algumas distribuições já vem com ele por padrão, como o Ubuntu), para o Mac OS X, o Unix, o Solaris, etc. e possui uma ampla comunidade envolvida em seu desenvolvimento, incluindo empresas de grande porte, como a Sun, a IBM, etc. além de uma comunidade de usuários ainda maior.

Edite seus textos com o Writer, suas planilhas com o Calc, seus desenhos com o Draw, seu banco de dados com o Base, suas apresentações com o Impress, etc. Procure conhecer os plugins para ele, que adicionam várias funcionalidades diferentes. Seu corretor ortográfico é VERO, que inclusive já está de acordo com a recente reforma ortográfica, e pode também ser instalado no Mozilla Firefox (veja como).

Veja mais informações no BrOffice.org e visite a também a página de download

BUZZWORD: editor de texto da Adobe

buzzword-online-word-editorSeguindo a idéia de escritório em rede, o Buzzword é um editor de texto on-line da Adobe, e ainda que em fase beta, já é bem usual. Como principal atrativo, ele possui um visual dark muito bonito (afinal, é um produto Adobe…), aliado a uma estrutura diferente da que estamos habituados. Ele é fácil de usar, bastante amigável e em flash.(sim, você precisa ter o flash player instalado em seu navegador). Inicialmente em inglês, basta configurar o Buzzword para que ele passe a ficar em português sempre que você o acessar. Seu editor de texto suporta, entre outros idiomas, o português brasileiro, mesmo que de uma forma um tanto quanto básica, mas ainda sim funcional.
Ele permite uma edição bem espartana, mas confesso que não cheguei a sentir falta de nada em especial. É possível escolher entre um pequeno número de fontes, mudar o tamanho e a cor do texto, usar negrito, itálico, sublinhado, inserir imagens, tabelas, comentários, parágrafos, listas, links, entre outros recursos. Ele ainda permite exportar o arquivo em .odf, .txt, .xml, .html, .rtf e .docx e ainda pode salvar seus arquivos em sua conta e também compartilhá-lo para uma edição em grupo.
Suas barras de tarefas ficam ocultas, nada muito complicado, aliás, depois de um tempo usando comecei a me perguntar: “por que ninguém pensou nisso antes?”.
Um ponto negativo é que por ser em flash ele demora um pouco para iniciar, o que pode ser incomodo para quem não tem uma conexão muito generosa. Como dito no início, ele ainda está em fase beta, (assim como o google docs) mas já é uma boa alternativa para os momentos longe do seu computador e seu editor e texto preferido, além da vantagem de funcionar direto pelo navegador.